Vocês estão preparados para minha dica de hoje? Ela arrumou meu coração de uma forma mais linda, sim, com sua música e com voz encantadora me levou ao paraíso e me fez entender minha situação.

Mariana Milani é uma artista que escuto normalmente de madrugada, é uma ótima companhia diária, mas quando ouço ela de madrugada eu me sinto mais feliz, e sua música me acalma de uma forma tão maravilhosa e única. Eu cheguei a contar em um texto anterior que me declarei para um certo alguém e não ser correspondida me machucou, dói né? Mas Mariana Milani me fez entender ou melhor, ver toda essa situação de uma forma diferente com a canção “Ainda Assim”, além de me devolver minha paz interna eu viajei para um outro planeta para entender o que estava sentindo aqui dentro de mim.

Não só essa canção, mas outros também fazem parte da minha vida, a Mariana faz parte de momentos inesquecíveis da minha vida e muitos deles felizes, ao ponto de ouvi-la e sorrir lembrando que determinada música faz parte de um momento tão incrível que já passei.

Vem deixar sua alma feliz ouvindo Mariana Milani! Eu  sinto que vou descrever muito o que sinto sobre sua musicalidade Mariana!

Crédito Maria Clara Miranda

Após chamar atenção com o single e clipe “Outro Mundo”, onde anunciou sua trajetória solo, a cantora carioca Mariana Milani revela “Ainda Assim”. O single mescla tons de trip hop e jazz à música brasileira e conta com participação especial de Adrian Crutchfield, saxofonista conhecido por ter integrado a banda que acompanhava Prince nos palcos e que atualmente toca também com nomes como CeeLo Green e Lionel Ritchie.

Neste novo single, Mariana Milani começa a revelar também seu lado de compositora. A temática da saudade guia a letra, escrita durante uma residência artística em São Paulo e onde ganhou seu primeiro arranjo. Com esse primeiro registro, Mariana convidou o produtor Marcelo de Lamare (Baco Exu do Blues) para trazer suas referências do novo soul e R&B.

“Foi no primeiro encontro que nós vimos na música um tom muito específico que nos remetia ao trabalho da Sade, tanto pela mensagem da canção quanto pela sonoridade. Então, dos teclados e synths oitentistas do Marcelo a música começou a ganhar forma. Logo entendemos que precisávamos de instrumentistas com uma identidade bastante específica. Foi então que convidei o baterista Caio Oica, que tem como marca pessoal o timbre que precisávamos para a música. Somamos ao time o baixista Giordano Bruno, que tem o groove na ponta dos dedos. Por último, já com a música quase pronta, fiz o convite ao saxofonista norte-americano Adrian Crutchfield, que conheci quatro anos atrás. Adrian foi o último saxofonista fazer shows com Prince e a gravar nos seus últimos três álbuns”, contextualiza Milani.

Essa ponte entre Rio e Minneapolis nasceu depois de um show de jazz que Mariana fazia no boêmio bairro de Santa Teresa, no Rio, e onde Adrian teve seu primeiro contato com a cantora. Ele estava hospedado nas proximidades pois tocaria com CeeLo Green no Rock in Rio. Dali surgiu uma amizade, contatos frequentes e a vontade de colaborarem em algum projeto futuro.

“Ainda Assim” se une a “Outro Mundo”, primeiro single solo de Mariana Milani. A faixa, assinada pelos produtores Lux Ferreira e Carlos do Complexo, referências na nova geração de beatmakers carioca, e composição de Luthuly Ayodele, veio para anunciar uma nova fase na carreira de Mariana. Após se destacar em projetos coletivos e de fazer participações nos álbuns de artistas como Jonathan Ferr, Léo Middea e Cícero, ela começa a revelar uma sonoridade que une muitos desses mundos, fazendo uma MPB com olhar pop, um jazz com tempero brasileiro, um R&B com tons de trip hop.


FIQUEM
LIGADOS QUE EM BREVE TEM MAIS MÚSICA AQUI, HEIN? TE ESPERO! ABRAÇO GRANDE,

@MAAHMUSIC

DEIXE SEU COMENTÁRIO