quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

OUÇA AGORA MESMO: BANDA NETVNO.


Psiu, leitor musical.

Voltei por um bom motivo, esse calor de quase 40° grau em São Paulo tá me tirando o sono e hoje tive um dia maravilhosamente incrível, matei a saudade de uma amiga e trocamos várias ideias e ela me deu um gás, é às vezes bate um desanimo, mas não podemos deixar esse sentimento tomar conta de nós.
Fiquei por um tempo na varanda em silêncio e me sentir desconfortável, faltava algo sabe? Então, coloquei um som bem gostosinho para ouvir. Minha dica de hoje para relaxar vocês e para deixar o seu coração alegre é BANDA NETVNO. “Três Noites no Azul” viaja entre o pop, jazz, R&B e múltiplas brasilidades. Vem comigo que te conto tudo!

Foto por Élide Mendonça
O segundo e novíssimo EP da NETVNO, “Três Noites no Azul”, é um convite aberto para sonhar e entender os diferentes sentidos que damos à palavra sonho. “Nesse trabalho a gente fala sobre o onírico louco das noites dormidas, o daydreaming das tardes distraídas, o surrealista do fluxo livre de pensamentos. São esses mundos paralelos que estão no dia-a-dia de todos nós”.

Produzido por Lourenço Rebetez, disco formado por 3 faixas destaca as múltiplas linguagens da banda que, musicalmente, experimenta um curioso gradiente de referências e inspirações, colorido tanto pela MPB como pelo pop, jazz e R&B.  

Logo na abertura, imprimindo essa acertada elegância estética, “Chá” oferece os braços de um lugar completamente seguro, recomendado para aqueles dias em que as questões lá de fora parecem pouco importantes e as de dentro complicadas demais para serem encaradas. Composta pela vocalista Aglaia, track já ganhou e foi a música que coloquei para curtir minha varanda, play:


Em seguida, “Aurora”, escrita pelo baterista Murilo Gonçalves, homenageia o nascimento de sua primeira sobrinha. Ao mesmo tempo, propõe uma reflexão quase inocente da possibilidade que essas crianças terão, no futuro, de mudar coisas que gerações antigas insistem em bloquear. 

Por último, “Sonhando”, dos guitarristas Fred Negrini e Diego Morais, fala do tal poder mágico que temos de recriar e ressignificar, através do autoconhecimento, a realidade em que estamos inseridos. 

Todo esse processo de criação e de produção do EP foi pra gente uma experiência maravilhosa. Um mergulho profundo em algo que todos nós acreditamos. Agora é continuar o trabalho e levar nossa música por aí, encontrando pessoas e conhecendo lugares”, ressaltam. 

Gravado no Cajueiro Áudio, no interior de São Paulo, “Três Noites no Azul” foi mixado por Thiago “Big” Rabello e masterizado por Felipe Tichauer, da Red Traxx Mastering. 


 VAMOS PARAR DE BLÁ, BLÁ, BLÁ E CURTIR O EP? PLAY! 


Acompanhem aqui ô todas as novidades: https://pt-br.facebook.com/oficialnetvno/

FIQUEM LIGADOS QUE EM BREVE TEM MAIS MÚSICA AQUI HEIN, TE ESPERO! ABRAÇO GRANDE,
@MAAHMUSIC

Nenhum comentário:

Postar um comentário