quarta-feira, 24 de outubro de 2018

OUÇA AGORA MESMO GRACO E NINA.


Fui pega de surpresa com som deles. Sabe quando você aperta o play sem muita esperança?  Então, tenho esse tipo de sensação quando escuto artistas grandes que acaba de lança álbum e quando escuto não é nada do que eu esperei. Mas te confesso que Graco e Nina me ganharam já na primeira canção, “Peixe”. Quer saber mais? Ficou curiosa (o)? Vem comigo que te conto detalhes hein.

 Foto de Douglas Mendes

Depois de anos colaborando em bandas como Inkoma, Scambo e Bailinho de Quinta, Graco, ao lado da baixista Nina Campos, estreia o BAYO e apresenta, em todas as plataformas digitais, "Peixe", primeiro disco do projeto.

Composto por 7 canções autorais, trabalho - que tem a cara e o sotaque baiano – mistura samba-reggae com riffs de guitarra e timbres eletrônicos. “Depois de alguns anos de pesquisa, o computador foi a plataforma que sustentou a construção desse álbum. É nele que fiquei horas editando, gravando e experimentando. Para humanizar o resultado, convidei o Japa System, do Baiana System, para gravar as percussões acústicas”, explica o vocalista que, também, assina a produção musical. Entre as principais inspirações, Olodum, Caymmi, Bjork, Ramiro Musotto e Timbalada. “Acho importante dizer que, nas harmonias e melodias, tentamos manter a simplicidade. O nosso som chega com esse olhar de alguém que sempre transitou no universo alternativo, mas não deixou de sofrer as influências da rádio, do carnaval e das festas de largo. Falamos de uma Salvador litorânea, urbana e caótica, da qual nos interessamos e fazemos parte”, completa.

Que tal parar com esse blá, blá, blá e ouvir esse projeto insano?  Então, vem comigo e aperte o play:


Gostaram? Então, vem comigo acompanha mais o trabalho do Bayo e ficar por dentro de todas as novidades, aqui ô:



FIQUEM LIGADOS QUE EM BREVE TEM MAIS MÚSICA AQUI HEIN, TE ESPERO! ABRAÇO GRANDE,
@MAAHMUSIC

Nenhum comentário:

Postar um comentário