terça-feira, 16 de janeiro de 2018

ENTREVISTA COM HELOÁ HOLANDA!



Preparados para entrevista de hoje? 

Leitores do meu coração se vocês ainda não conhecem a cantora – eu acho muito difícil isso -  então parem tudo que você estão fazendo e ouça agora mesmo. Ela tem um trabalho único e cada vez que você escuta um trabalho dela o próximo irá te surpreender de uma forma positiva. Tenho certeza que hoje você irá colocar as canções de Heloá na sua playlist.

A cantora tem essência soul-pop-reggae. Sua retórica contém crônicas sobre o cotidiano de uma jovem mulher, que abordam as relações humanas e suas incertezas e, acima de tudo, pregam o respeito ao próximo. Vamos parar de lero-lero e vem conferir comigo a entrevista com a cantora \o


Heloá estamos felizes com sua presença aqui no site, é uma grande honra. Sou apaixonada pelo seu trabalho (momento fã, parei). Queremos saber como foi o único da sua carreira. Você teve um rótulo que iniciou?
(Risos) que alegria poder falar um pouco de mim aqui, Maah! Obrigada pelo carinho! Não tive o momento ‘start’ da minha carreira. A música entrou na minha vida de forma muito espontânea. Tenho família de músicos e isso me influenciou muito também. Mas, já não consigo contar nos dedos todas as pessoas e momentos que me incentivaram a ser quem eu sou hoje como artista.

Do inicio da sua carreira para hoje 2018, seu gosto musical mudou muito? Por quê?
Acho que meu gosto musical é tão instável quanto as minhas emoções rs. Mas os estilos de musica que eu escuto nunca mudaram muito. Claro, venho descobrindo cada vez mais coisas novas, artistas com os quais me identifico, e isso faz com que eu sempre esteja escutando coisas novas.

Quem são atualmente suas referências musicais? Na hora de compor ou mesmo na composição de um álbum e EP as referências musicais contribui de que maneira?
Minhas referências são tantas... e é engraçado falar disso, porque eu acredito que todas as musicas que a gente para pra ouvir, ficam eternamente no nosso subconsciente. Então tudo acaba sendo referência quando se trata de compor.. e as melodias vão vindo relativas ao sentimento que a gente quer transmitir naquela canção. Eu gosto de pensar nas referências musicais depois que a musica está pronta, pra não acabar copiando certas coisas.. assim eu consigo buscar por referências de arranjo, sonoridade, métrica... mantendo a originalidade da composição. Mas não existe regra quando se trata de arte.

Como você ver o cenário musical para as cantoras? Existe preconceito por ser mulher?
Eu sempre trabalhei com musica... eu já vi esse pré-conceito com namorado, família, amigos, público. Mas eu aprendi a lhe dar com isso mostrando minha verdadeira essência.. o universo gira em torno do que a gente vibra, então esse tipo de comportamento das pessoas nunca me impediu ou me desmotivou a realizar o que eu me propus a fazer. O cenário musical para as mulheres está cada vez mais aberto e livre, e seremos cada dia mais fortes seguindo esse caminho de união e ativismo contra todo e qualquer desrespeito.

. Sabemos que as canções são muito especiais para o compositor, mas sempre tem uma especial. Qual sua composição mais especial e por quê?
São mesmo! São filhos. A gente não tem que querer que elas sejam de tal forma, elas nascem assim. Todas são muito especiais pra mim, mas a primogênita sempre será meu xodó.. ‘Nada Mais’ é quase uma oração pra mim.

Se você pudesse escolher uma artista para fazer parceria musical, qual seria?  Por quê?
Tenho muitos artistas em mente agora rs. Acho que os artistas nunca se juntam por um acaso, se aproximam por terem algo em comum pra expressar. E hoje, quem eu adoraria ter ao lado são artistas como a Céu, o Tim Bernardes, a Letícia Novaes... artistas que estão fazendo a diferença nesse cenário musical de músicas inspiradoras.

Quais são suas expetativas para 2018 musicalmente falando? E as novidades?
As melhores expectativas possíveis... 2017 pra mim foi como colocar as engrenagens no trilho e agora, em 2018, é só acelerar. Muitas e muitas ideias, muitas músicas, muitas poesias... e o que me motiva muito são os fãs que me seguem nas redes e nos shows, que alegria poder me expressar pra esse público de coração tão lindo e aberto pra tudo. São amigos.

Sabemos que você tem muitos fãs e é sempre um amor com eles. Como é para você essa relação de fãs? Como você lidar com as críticas positivas e negativas?
Foi como eu disse anteriormente... São amigos, de verdade. A troca de carinho é tão verdadeira... A importância que eles dão pra minha música me faz querer compor e expressar tudo que eu tenho no coração sem receio nenhum.. sem julgamentos, sem cobranças.. eu amo muito os ‘heloucos’! As críticas são sempre bem vindas.. se alguém faz questão de expressar sua opinião sobre o meu trabalho, é porque existe uma expectativa boa em relação ao que eu faço. Mas também sei identificar desrepeito e intolerância,  e isso eu não tolero, não...

Entrevista tá quase no final. Você lançou recentemente o clipe da canção “ Castelo Solitário” , como foi o processo de gravação ? Por que escolheu essa canção para ter um clipe? 
Ah, o processo de gravação do clipe foi mágico! Tínhamos um roteiro em mente, amigos para compor as cenas e uma casa alugada. No final tínhamos um roteiro totalmente diferente, que foi se desenrolando no dia da gravação, os amigos encenando suas funções que são iguais na vida real, por exemplo: o William Paiva (cantor, compositor e pianista), representou no clipe tocando minha música naquele piano lindo. Minha mãe não estava no casting rs, ela estava me ajudando nos figurinos e acabou entrando em cena fazendo o que ela mais ama fazer, que é costurar! Louco, né? O clipe não poderia ser mais verdadeiro... foi emocionante ver o resultado final.

.Qual recado que você deixa para os leitores e fãs do seu trabalho? 
Eu acredito muito na espontaneidade da arte, e acredito muito na energia que a gente vibra, ela trás tudo e todos que estão ao nosso redor. Você que está lendo essa entrevista (linda) e se identificou comigo de alguma forma, e você que escuta minhas músicas de coração e ouvidos abertos, quero vocês por perto! É uma alegria ter pessoas assim ouvindo o meu trabalho, e eu quero ver vocês nos shows desse ano que eu estou preparando com muito carinho. Um show pra sairmos juntos de alma lavada!

Ela é um amor e é outra cantora que eu levo para minha vida galera. Vamos parar de blá, blá, blá e curtir o clipe da canção “Castelo Solitário”. DÁ O PLAY!


Gostaram né? Então, não se esqueça de acompanhar todas as novidades lá no site e nas redes sociais \o/

instagram/heloaholanda

facebook.com/heloaholandamusica

twitter/heloaholandaofc

Amanhã te espero aqui hein. Teremos outra entrevista insana para vocês!
Abraço forte!

Nenhum comentário:

Postar um comentário