sábado, 5 de novembro de 2016

VOCÊ TÊM QUE OUVIR AGORA: THIAGO RAMIL.


Leitores good vibes \o. Estão todos bem?
Eu espero que sim, mas, caso não esteja tudo bem, seus problemas acabaram. Sabe por quê? Minha dica de hoje vai fazer você ficar em alto astral e ainda dará uma forcinha para você não desistir do seu sonho. Confira agora...



Eu não tenho palavras para descrever o que sentir ao ouvir Thiago Ramil. Ele é o tipo de cantor que mexer com seu coração e te acalma, pelo menos pra mim foi dessa fora, eita coração que ficou alegre.
A música é protagonista de longa data na trajetória do jovem compositor Thiago Ramil.
O jovem cantor e compositor gaúcho irá se apresenta no Rio o show da turnê “Leve Embora”, seu álbum de estreia, lançado ano passado através do Edital Natura Musical. Dia  8 de novembro (3ª feira), o cantor se apresenta no Audio Rebel, em Botafogo.
Mal iniciou sua carreira fonográfica, aos 25 anos, Thiago já comemora suas primeiras conquistas. O álbum está indicado ao 17º Latin Grammy Awards, na categoria Melhor Álbum Pop, que acontece dia 17/11, em Las Vegas, no qual concorre com projetos dos cantores brasileiros Tiago Iorc, Céu, Larissa Luz e também da portuguesa Mariza. Thiago Ramil acaba de levar o Prêmio Açorianos de Música 2016, nas categorias de Artista Revelação e Melhor Intérprete de Gênero Pop, em cerimônia de premiação realizada no último dia 3 pela Prefeitura de Porto Alegre. 
“Foi com muita alegria e surpresa que recebi a notícia da indicação ao Latin Grammy. Confesso que não esperava tamanho reconhecimento vindo do mais importante prêmio da música, logo no meu trabalho de estreia. Fiquei muito feliz também pelo fato de saber que essa indicação deu-se somente pela qualidade artística/musical percebida no disco e não por efeito de influências ou benefícios, visto que é meu trabalho de estreia e ainda estou em processo de formação de público”, revela Thiago. 
“Leve Embora” foi produzido por Vini Albernaz e Felipe Zancanaro e coproduzido por Thiago Ramil. O encontro de elementos orgânicos percussivos e sonoridades eletrônicas, sobrepostos à cruza das canções em voz e violão, criam um repertório com arranjos pouco convencionais e propõe uma sonoridade híbrida e bastante própria para o disco.

Vamos parar com esse blá, blá, blá e curtir o som do músico? Dá o play! 



Gostaram? O que acharam do músico? Comente!

Eu espero que tenham gostado, como eu gostei também e vou acompanhar o artista nas rede sociais, acompanhe você também: http://thiagoramil.com.br/
AMANHÃ tem mais música aqui pra você! NÃO PERCA, dia de rock hien!
Abraço apertado e um beijo na bochecha,

@maahmusic

Nenhum comentário:

Postar um comentário