terça-feira, 2 de agosto de 2016

OUÇA AGORA: BANDA ZIMBRA.


PARAR TUDO QUE VOCÊ ESTIVE FAZENDO NESSE MOMENTO.
Tá tudo bem com você?
Leitores queridos do meu coração, vocês já ouviram o novo álbum da banda Zimbra?
Se ainda não, chegou o momento. Vou descrever meu sentimento sobre o novo trabalho da banda.  É único, gostoso de ouvir e viciante. Você pode sofrer com a vontade louca de querer dançar no meio da rua como se não houvesse o amanhã, e quando você menos esperar, estará cantando os trechos no ônibus de volta para casa, ou mesmo no indo para faculdade ou em outros momentos – esses são relatos de uma pessoa que atualmente vive isso. (risos)

Confira agora e ouça no volume máximo o novo álbum da banda Zimbra. 


Após se apresentar ano passado no festival Lollapalooza, que recebeu também nomes como Jack White, Robert Plant, Smashing Pumpkins e Pharrel Williams, a banda de Santos, Zimbra, encerrou muito bem o ciclo iniciado em 2013, quando lançou seu primeiro disco “O Tudo, O nada e O mundo” . Com uma base fiel de ouvintes a Zimbra possui também no currículo uma demo (2010) e dois EPs (Cronograma, de 2012 e Mocado, de 2014) e agora lança seu segundo álbum; “Azul”. 
Através do formato clássico das bandas de rock, com músicos convidados tocando trompete e trombone, o quarteto aposta no Pop rock sem perder originalidade e contemporaneidade. O grupo tem como influências grandes artistas de apelo popular tanto da mpb como da música pop internacional, entre eles; Tim Maia, Caetano Veloso, Barão Vermelho, Djavan, Beatles, Foo Fighters e Jamiroquai.
O disco “Azul” foi produzido pelo renomado Lampadinha, que já trabalhou com nomes como Titãs, Charlie Brown Jr, Los Hermanos, entre muitos outros e ganhou também dois Grammy’s Latinos. Neste novo trabalho a banda reforça sua busca por uma personalidade musical própria. Com letras de poesia indiscutível, melodias envolventes e cadências marcantes, a sonoridade do álbum é sincera e orgânica. De acordo com os integrantes, o nome do disco se relaciona com a aura e ambiência das faixas, que – em contraponto com o trabalho antecessor, o EP Mocado – demonstram um lado mais sensível e por vezes até melancólico.
Em uma época de ressignificação e efervecência da música brasileira, no qual o trabalho autoral e a música de guitarra retomam sua relevância na indústria, o cenário se mostra favorável para a Zimbra: a banda se lança no mar de streamingse plays com o que consideram o mais importante: boa vontade e paixão pela 1º Arte. 

Vamos parar de blá,blá,blá e dá o play agora no novo álbum. 


Gostaram? O que acharam do novo álbum da banda? Comentem.
Tô apaixonada e viciada nesse álbum. Lógico que os outros trabalhos deles foram bom também, mas esse em si, bateu no meu coração de uma forma inexplicável. 

Fiquem por dentro de todas as novidades da banda. Acesse:

Vou curtir mais um pouco o novo álbum da banda e amanhã estou de volta com mais novidades e música para vocês!
Beijos e abraços, @maahmusic

Nenhum comentário:

Postar um comentário