segunda-feira, 11 de abril de 2016

OUÇA AGORA: MARINA DE LA RIVA.


Queridos leitores viciados em música, tudo bem?
Hoje trago para vocês uma dica muito especial, tive conhecimento da voz dela através de um show feito no Teatro Porto Seguro em São Paulo, minha indicação para vocês é a cantora Marina de la riva.

Confira um pouco sobre o trabalho e o show. 


Marina de la Riva homenagiou o Dorival Caymmi (1914 - 2008) em uma apresentação muito especial, no Teatro Porto Seguro. Com direção musical de Ricardo Valverde, a cantora estava acompanhada por Cleber Silveira (acordeon), Fabio Sá (baixo Acústico), Wesley Vasconcelos (violão de sete cordas), Agnaldo Luz (bandolin e cavaco ) e Ricardo Valverde (vibrafone e percussão).
O projeto foi gestado em 2014, ano em que se celebrou o centenário de Caymmi. No show interpreta as canções preferidas da vasta obra do compositor baiano como É Doce Morrer no MarVestido de BoleroAcalantoVocê Não Sabe Amar, entre outras.
Carioca, filha de um cubano e de uma brasileira, Mariana de la Riva mescla elementos da música cubana com a brasileira em suas canções. Seu álbum de estreia, gravado parte em Cuba e parte no Brasil, foi lançado em 2007 alcançando ótima repercussão de público e crítica.
O CD contou com participação especial de Davi Moares e Chico Buarque. Marina tem mais dois CDs lançados, Marina de la Riva Ao Vivo em São Paulo (2010) e Idilio (2012).

Dorival Caymmi por Marina de la Riva
"Acredito ser a obra de Caymmi imantada de fascínio. Seu canto doce e nostálgico é saudade pura. É possível enxergar o saveiro, a voz dos pescadores, tempestade e candomblé. Aos seus olhos, o pitoresco de sua terra Bahia é profundo e dramático, é puro sentimento de um povo e de sua cultura. Jorge Amado uma vez escreveu que na música de Caymmi existe algo de perdurável que só o conhecimento dado pelo amor e a experiência vivida conseguem transmitir. Ele leva em si sua terra, onde quer que esteja.
Fui criada por algumas pessoas com a mesma estranha mania de nunca deixar fugir a terra amada de dentro de si. Talvez parte de mim se afeiçoe a Caymmi pela saudade nostálgica, talvez parte pelo mar.
Em mim cantar Caymmi é preciso. Seja por fascínio ou por ser Marina, por ser metade brasileira metade cubana ou por que as águas de Dona Janaína nos banham, encantam e abençoam, não importa. Sua música é um grande pássaro de asas estendidas que nos oferece o voo. Meu canto é gratidão e será uma homenagem amorosa e singela ao poeta Dorival Caymmi."
Vamos parar com esse blá,blá,blá e curtir o som da cantora? Dá o play! 



Gostaram? O que acharam da voz da cantora Marina de la riva? Deixe seus comentários.
Em uma pequena apresentação você tem um grande espetáculo, eu posso dizer que é um clássico ouvir Dorival, imagina na voz da cantora?  Outro clássico imperdível.

Saiba de todas as novidades da cantora e agenda de show:



Amanhã tem muito mais. Beijo e abraço @maahmusic

Nenhum comentário:

Postar um comentário