segunda-feira, 21 de setembro de 2015

FAIXA POR FAIXA COM BANDA CIGANA.


Hoje a banda convidada para participar do FAIXA POR FAIXA aqui no blog, é a Cigana. Eles que recentemente foram uma das minhas dicas lá a coluna + Música By Maah Music no showlivre, aceitaram o meu convite para participar do quadro. Tô muito feliz e agradeço de coração á todos da banda!
Formada no final de 2013, em Limeira/SP, a banda composta por Victoria Groppo (voz), Caique Redondano (baixo, voz), Matheus Pinheiro (guitarra), Cláudio Cavalcante (teclado) e Felipe Santos (bateria) lançou em 2014 seu primeiro trabalho: o EP Sinestesia, que rendeu boas críticas e fez o grupo circular por importantes festivais do estado, como a Virada Cultural Paulista, o Grito Rock e o Amanhecer Contra a Redução.
Um ano após o lançamento do seu primeiro EP, a banda paulista Cigana volta com “A Torre”: trabalho com letras mais introspectivas e contestadoras, aliado a um instrumental que revela as diversas facetas da banda, que mistura rock, música brasileira e pop.
A escolha do nome "A Torre" vêm do 16º arcano maior do baralho do Tarô, que representa o "rompimento das formas aprisionadas, libertação para um novo início; desafios dos momentos de transição” expressos nas composições para o álbum.
Vamos conferir agora o faixa por faixa com a banda Cigana!



INCONSCIENTE
A primeira música do trabalho é também nossa ideia mais "antiga"...Antes mesmos de lançarmos Sinestesia (o primeiro EP, de 2014) já tinhamos a base da música composta. Fizemos alguns incrementos nela, demos uma "polida" e a letra chegou mais tarde. Escolhemos ela para abrir o EP e para ser primeira música a ser lançada por sua letra, que fala sobre os momentos de desafios e transições, que é da onde vem o nome "A Torre".



ACLIVE (part. Vitex)
Essa música tem uma história. Era um riff que o Matheus (guitarrista da banda) tinha há muito tempo atrás e que ele e o Caique (baixista) adaptaram o riff para o baixo, que virou a linha base da música. Depois disso, chamamos o nosso amigo Vitex, que é um rapper em ascenção aqui da nossa cidade, e que escreveu sua poesia que casou com o som muito bem. Estreamos ele ao vivo na Virada Cultural. A letra da música segue a mesma linha de contestação existencial que "Inconsciente", por isso decidimos deixá-las juntas.



UM DESABAFO
A música mais pesada e "louca" que já gravamos. Foi a última a ser feita pro EP, a última a ser gravada, a última com a letra a escrita. Tivemos ajuda do Mário Tiengo (produtor) pra finalizar essa faixa...tudo feito no estúdio. Gostamos muito do resultado. Até por ser feita no "calor do momento", ela ficou bem sincera..quer dizer, não pensamos em "refrão/verso/refrão" e a letra ficou bem pesada e "na cara", um desabafo mesmo. Ela saiu como saiu. São as veias roqueiras da banda né? O Felipe (baterista) gosta demais de Alice In Chains, acho que tem um pouco deles no som. O solo, que foi feito pelo Caique, tem uma pegada Jack White. O Cláudio (tecladista) fez alguns lances com teclados com reverb, com uns órgãos "fritando" que achamos que deixou tudo ainda mais rock n roll. A melodia de voz da Vic é meio despojada, os backing vocals não tão óbvios. Ela fica até que psicodélica do meio pra frente né? E ah, tem também "Shine" como hidden track no final. Colocamos por que é o primeiro som que fizemos, e ele em contraste com o último ficou legal.



ALL I SAID
Outra das ideias antigas nossas. Temos a base do som há algum tempo, e a Victoria (vocalista) finalizou a letra um pouco antes de irmos pro estúdio. Tinhamos dúvida em colocar esse som no EP, pelo fato dele ser o único em inglês. No nosso primeiro trabalho, tivemos 2 sons em inglês (Stars e Falling Down) e não sabíamos se queríamos seguir essa linha. Mas o som é muito pra cima, tem essa pegada pop maneira, então decidimos continuar com ela. O legal dela vir depois de "Um Desabafo" é que mostra que fazemos e gostamos de todo tipo de música.



Gostaram?  O que vocês acharam das canções? Deixe seus comentários!

O EP completo está disponível para streaming e download nas principais plataformas do gênero e pode ser baixado no modelo "pague o quanto quiser" no Bandcamp da banda http://www.ciganamusic.com/



Fica a dica do Maah Music para vocês curtirem muito! Logo mais tem novidades também.
Beijo,
@maahmusic


Nenhum comentário:

Postar um comentário