sábado, 9 de maio de 2015

Entrevista Exclusiva com Marise Marra.


Oi, leitores curiosos. Tudo bem com vocês?

Hoje é dia de entrevista exclusiva no blog com a cantora Marise Marra. Desde sua estreia, em 2005, a guitarrista, cantora e compositora Marise Marra vêm desbravando seu caminho na música brasileira com uma determinação inabalável. Muito talentosa, autenticidade e uma inquestionável habilidade no domínio das seis cordas, a mineira de nascimento e paulista de coração, rompe barreiras num universo predominantemente masculino e lança Funny Love, seu terceiro e mais eclético álbum.
O rock avassalador, forjado à base de riffs e solos de guitarra, marca registrada de Marise Marra, ganhou, neste novo trabalho, um tempero pop com pitadas de MPB, funk, folk e até elementos da música eletrônica. Com músicas cantadas em português e em inglês, Funny Love foi gravado no estúdio Norcal (São Paulo) e traz convidados especiais como o conceituado violoncelista Jonas Moncaio, a cantora lírica Dadá Cyrino, o baterista Daniel Gohn e o baixista Raoni Passeto.  
Além de assinar a produção do álbum ao lado do produtor norte-americano Brendan. A cantora ainda é responsável por todas as composições (algumas letras em parceria com Cabeto Rocker e Willian Figueiredo), arranjos, vocais, guitarras, violões e baixos (com exceção da faixa “Bird”).

Confira agora entrevista com a cantora onde ela conta curiosidade e mais detalhes sobre o novo álbum!

Foto por: Sérgio Kanazawa.


- Quando você descobriu o amor pela música?  

Nasci em um berço musical esplêndido e em minha casa sempre ouvíamos o que havia de melhor como: Yes, Beatles, Genesis, Jimi Hendrix, Led Zeppelin, Rita Lee & Tutti Frutti, Mutantes, Caetano Veloso, etc. Eu ficava fascinada com os discos dos meus irmãos (sou a caçula) e quando ganhei meu primeiro violão aos 9 anos de idade, não parei mais.

- Sua estreia foi em 2005 e você vem mostrando um trabalho com muita qualidade. Nesse terceiro álbum, qual é o grande diferencial com relação aos discos anteriores? Como você define o álbum? 
Funny Love traz elementos da música pop, brit rock, drum'n'bass, e, consequentemente mudaram um pouco a cara do álbum.  Digamos que esteja mais swingado e melódico que os álbuns anteriores, com vários overdubs de guitarra, linhas de baixo e vocais mais valorizados, e arranjos fortes. Não é um disco puramente hard rock, mas a guitarra nervosa e o 'estilo Marise' continuam lá. Defino como um disco de rock.   

- Além de guitarrista de mão cheia e cantora, você é compositora. O que te inspira a compor?  No “Funny Love” foi você que compôs todas as canções?
A inspiração vem do meu próprio cotidiano, do que me cerca... o amor, a dor, a música... acaba sendo um reflexo de tudo.
Neste álbum assino todas as músicas, letras e arranjos, sendo a maioria das letras em parceria com meu amigo Cabeto Rocker e uma delas com Willian Figueiredo.  

- Você teve a parceria do renomado produtor Brendan Duffey. Como foi que surgiu essa oportunidade? 
Gravei meu álbum anterior ( Arrebatador ) com o Brendan no Norcal Studios e o resultado foi incrível. A gente se dá muito bem, ele tem total intimidade com meu jeito de trabalhar e sempre sabe onde quero chegar, por isso produzimos juntos o "Funny Love". Embora ele tenha voltado para os EUA, é bem provável que ainda façamos outros álbuns.    

- Você acha que ainda existe preconceito com a mulher no mundo da música? 
Acho que a cobrança em cima da mulher é sempre maior, não só na música mas em qualquer função predominantemente masculina. Há quem sinta aquela famosa 'dorzinha de cotovelo' quando se depara com uma mulher mandando bem, e isso sempre existirá. Por outro lado, há também quem reverencie. Na verdade nunca me importei com esse tipo de situação, até porque não interfere em minha maneira de trabalhar.    

- Qual foi a maior lição que você aprendeu com a música e que leva pra vida toda?
Quando se acredita no que faz, e faz com paixão, o feedback será o melhor possível. 

- Quais suas principais influências musicais?
Living Colour, Rush, Led Zeppelin, Rita Lee & Tutti Frutti, David Bowie, Cassia Eller, Dixie Dregs... 

- O que seus fãs podem esperar dos shows de lançamento?
Podem esperar a melhor energia. Tocaremos o álbum Funny Love na íntegra além de algumas faixas do Arrebatador, e haverá convidados pra lá de especiais.  
    
- Quais as próximas novidades e agenda de shows? 
Em maio iniciaremos a produção do videoclipe oficial da música "Funny Love" com lançamento previsto para o mês de junho. 
O próximo show acontecerá dia 17/05 na Feira de Artes da Pompéia - Palco do Rock, e em breve a agenda estará atualizada e disponível no meu site oficial.

- Qual mensagem você deixa  para os seus fãs e leitores do blog? 
Agradeço por acompanharem meu trabalho e por todas as mensagens carinhosas que tenho recebido! Continuem antenados através do website e fanpage : www.marisemarra.com.br / www.facebook.com/marisemarraoficial   

Vamos parar com esse blá,blá, blá e curtir o som insano da Marise? Dá o play!



Gostaram? O que você acharam da entrevista e do som da cantora? Deixe seus comentários.
A última novidade que fiquei sabendo sobre a cantora, é que ela vai cai na estrada com seu novo show para apresentar as composições do álbum "Funny Love”. O show em São Paulo acontecerá dia 17 de maio na 28ª edição da Feira de Artes da Vila Pompeia (Palco Rock às 16h). 


É impossível não gostar dela! Bom, faz o seguinte saiba tudo sobre da cantora: 



Eu fico por aqui. Amanhã tem muito mais para vocês, então fiquem ligados no Maah Music!
Beijo,
@maahmusic

Nenhum comentário:

Postar um comentário