Matéria: Giovani Faccioli. 
“Vocês sabem todas as letras! Que porra
é essa?!”. Pelo jeito, MØ se surpreendeu com a empolgação do público tanto
quanto a maioria das pessoas não esperava sua tamanha energia. E não é à toa: a
primeira vez que se apresentou no Brasil foi há poucos anos atrás, em um
festival hipster quando ainda era pouco conhecida. Hoje, figura entre os
principais nomes da cena indie pop/ R&B contemporâneo de cantoras como
Lorde, FKA Twigs, Elliphant e Grimes.

Nessa última sexta-feira, 29, a garota
subiu ao palco da Audio Club, em São Paulo, para um show só seu, que já era
muito esperado. A vinda da cantora ao país se deu por meio da plataforma
“Queremos!”, uma espécie de crowdfunding (financiamento coletivo) para
shows que tem como proposta atender fãs de artistas não tão mainstream e que
teriam poucas chances de terem shows contratados por aqui. A galera se mobilizou,
pediu, e se não bastasse um, ela aterrizou no Brasil com três datas marcadas
para São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba.

Fotografia: Diego Barezi 

A casa não ficou lotada, mas estava cheia, na medida certa para que todos
tivessem uma noite confortável. Muito performática, Karen Marie Ørsted, colocou
todos para dançar ao som dos hits de seu álbum. Por falar em dança, o divertido
de se estar na presença da MØ é que sua performance no palco consiste em uma
verdadeira contracoreografia. As batidas das músicas te levam a se sacudir
freneticamente, como se estivesse possuído por entidades do feel the beat (sinta
a batida), mas quando você acha que está estranho o bastante, olha para o palco
e vê que é exatamente assim que ela se comporta.

O show começou com o balancê de ‘The
Sea’, em seguida a agitada ‘Walk This Way’, e passou por outras como ‘Fire
Rides’, ‘Piligrim’, ‘Don’t Wanna Dance’ e ‘XXX 88’. Todas composições cheias de
dramas amorosos e introspecções da artista sob batidas eletrônicas. Nem mesmo
seu célebre cover de ‘Say You’ll Be There’, da Spice Girls, ficou de fora do
set.
São Paulo contou com uma alteração
especial na setlist ao incluir ‘Never Wanna Know’ após o pedido de um fã. Nessa
música, as poucas pessoas presentes no camarote tiveram a surpresa de ver MØ de
pertinho se entrelaçando nas barras do alto do espaço para performar a que
talvez seja a composição mais melancólica do álbum.
Fotografia: Diego Barezi 
Influenciada por uma atitude post-punk
e por Sonic Youth, a dinamarquesa de 26 anos mostrou boa potência vocal e fez
questão de suar junto ao público – rolou até mosh! -, que saiu ainda mais
apaixonado por ela, chamando-a carinhosamente de “MØzão”. O show foi bom e
completo até mesmo para quem pouco a conhecia. No lounge da casa, algumas
pessoas chegaram a reclamar dizendo que ela dublou as músicas todo o tempo. O
que pode ter causado estranheza é o excesso de backing vocals e efeitos sonoros
com a própria voz da cantora em suas músicas de estúdio e que não são repetidos
ao vivo, apenas reproduzidos pelo Dj, dando a falsa sensação de playback.


MØ veio para remar contra a maré da indústria musical. Apesar de já contar com
fãs à sua espera na porta do hotel, não faz questão alguma de seguir a linha
“nova diva do pop”. Não atende a padrões de beleza, canto ou dança, e mesmo com
videoclipes cheios de “jovens fora da lei”, bubble guns e fotografia de
filme cult europeu, simplesmente enaltece o meio alternativo. Maior prova disso
são as duras críticas que recebeu após sua participação na performance de Iggy
Azalea para a música ‘Beg For It’, no programa Saturday Night Live.
Visivelmente desconfortável, MØ parecia não conseguir seguir as coreografias
“ridículodivônicas”, e nem o playback de Iggy.

Fotografia: Diego Barezi 
No final da noite, a empolgação era
tanta que algumas pessoas já estavam subindo no palco por conta própria. E o
público se jogou na pista com o “bis” de ‘Glass’ e o hit ‘Lean On’,
parceria com o projeto de DJs Major Lazer e que tem sido responsável por levar
o nome da artista às pistas de dança do mundo todo. Inclusive, Diplo, que
integra o Major, assina parte da produção do ‘No Mythologies to Follow’.
MØ parece certa de seu sucesso. Acaba
de seguir para sua segunda parceria com o Major e anunciou hoje o lançamento da
música ‘Peace Is The Mission’. E é bom que a cantora continue a todo vapor,
pois sai do Brasil deixando novos fãs, ávidos por mais músicas e esperando mais
shows.  Volta MØzão!

Gostaram? Qual música vocês curtem da cantora? Deixem seus comentários!

o play!

Então
é isso por hoje, mas amanhã tem mais música aqui no Maah Music. Não percam!
Beijo,

@maahmusic

DEIXE SEU COMENTÁRIO