quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Ouça Agora: Daniel Siwek.


Queridos leitores musicais,
Tudo bem?
A música que toca ao fundo meu quarto (hoje em dia) é de um músico que descobrir via aplicativo Soundcloud. Muitas vezes nem escutamos direito o que toca de novidade lá, por estarmos tão acostumadas com as mesmas músicas de  sempre ou por sempre ouvir a mesma playlist. Mas sabe quando aquela música que você adora toca? É a primeira coisa que você nota! Eu tenho várias músicas favoritas no playlist, então sempre percebo quando elas começam a tocar. E quando fui  muito curiosa para dá o play no som de Daniel eu me apaixonei logo de cara pela primeira música. Vem conferir um pouco mais sobre minha paixão musical e que hoje faz parte da trilha sonora da música de fundo de alguns ambientes da minha casa. 


Daniel Siwek  é ator e música, lançou recentemente o primeiro CD autoral que traz em suas oito faixas, o que transborda numa melodia cheia de sensações de um universo ímpar e singelo. “Entropy Nº1 é a tradução do que sinto, do que está em mim”, define o músico sobre seu trabalho.
Com uma voz impregnada de melodia, Siwek revela-se com canções em inglês que trazem uma beleza simples do cotidiano e de sentimentos, envoltos em baladas que flertam com o folk e caminham lado a lado com o intimismoindie. Longe de querer classificar seu trabalho, a “música boa” cai bem aos ouvidos e à alma.
Entropy Nº1 trata das dúvidas e acertos, do bem querer, mas também da liberdade do compor, dos traços que definem histórias já vividas por muita gente.
Com influências que remetem a canções intimistas de Bon Iver, Elliot Smith, passando pelo discreto e brilhante Sam Beam (Iron and Wine), ao criativo Peter Gabriel, Siwek une-se ao movimento folk rock com seu violão acústico, voz suave e composições que de tão transparentes ficam repletas de harmonia.  A forte presença de instrumentos como piano, violoncelo e guitarra, traduz a parceria com instrumentistas de mão cheia, expoentes como o engenheiro de som e violonista flamenco Murillo Da Rós, Lilian Nakahoto (piano), Luís Bourschedit (percussão), Fábio Abu-Jamra (guitarras e violão), Fernando Schubert (baixo) e Laura Budel (violoncelo).
Há em Entropy Nº1 uma tristeza solene e confortável aos ouvidos atentos e que transforma o CD numa única cantiga para embalar qualquer bela história. Que tal ouvir o álbum do músico? Dá o play moçada!! 


Gostaram? O que acharam do CD Entropy Nº1 ? Deixe seus comentários. Eu gosto de todas as músicas, tô sendo muito sincera. Eu coloco para ouvir e deixo até acabar e depois coloco novamente. Adoro as músicas e  principalmente a voz do músico. Me faz viajar e pensar em coisas boas que vivi. Gostaram do músico? Então, faça como eu. Acompanhe o trabalho dele via redes sociais. 

Vamos terminar o post com mais música? Dá o play! 


Amanhã tem mais música aqui no blog. Fiquem ligados que tem muitas novidades e lançamento!
Beijo da fofa, @maahmusic

Um comentário: