sábado, 13 de dezembro de 2014

Você tem que ouvir agora: Coronel Pacheco.


Queridos leitores musicais,
Tudo bem com vocês?

No mundo da música, várias bandas surgem a cada minuto e cada vez mais temos a impressão de que nunca iremos conhecer nada do que tem de bom por aí. Mas fico muito grata de ter conhecido Coronel Pacheco.  

A banda lançou recentemente o seu novo EP “Não Parece Tão Legal Agora”. O lançamento traz 4 faixas que partem do rock, mas extrapolam suas fronteiras trazendo referências brasileiríssimas com temas, ritmos e melodias mais tropicais. No meio disso tudo, é possível perceber referências que vão do swing do brega às guitarras do indie rock, passando ainda pelo carimbó.


Vejo que eles são uma banda do tipo de grupo que não teria como não falar deles – as obras são poéticas (minha opinião)  e me remetem a um lugar completamente diferente. Quem sabe para um país em uma época distante…
Bom, o novo EP teve participação do percussionista Guilherme Kastrup traz personalidade pra cada música e ajuda a criar as diferentes atmosferas. Além disso, na faixa Vale, Natan Oliveira (Banda Black Rio) faz participação no arranjo de metais e traz um clima ensolarado para a canção. Teve também a participação de Victor Meira (Bratislava e Godasadog) nos arranjos vocais.
A banda deu seus primeiros acordes em 2010, e lançou seu primeiro disco, Volume 1, no ano de 2012. De lá pra cá, o trio virou quarteto, com a entrada do guitarrista Luiz Hygino, e seguiu realizando shows na capital paulista.O Coronel Pacheco é formado por Bruno Brandão (vocais/bateria), Edu Barreto (vocais/guitarra), Luiz Hygino (vocais/guitarra) e Rodrigo Passeira (contrabaixo).

Conversei com eles para saber mais sobre o novo EP, o processo de gravação e outras curiosidades. Comecei perguntado sobre o processo de gravação do novo EP. 
Coronel Pacheco: A concepção das músicas começou há 2 anos atrás, em meados de 2012. Nós já tínhamos um EP e outras músicas que costumávamos apresentar em nossa própria festa, o Baile do Coronelismo. O Baile é uma grande noite onde reunimos amigos e convidados para dançar ao som de música brasileira. Essa festa tem uma grande influência no trabalho do conjunto, tanto na construção da identidade musical através da troca de referências com os DJs e pista de dança; quanto na construção do público da banda.
Ao longo dessas apresentações as músicas foram surgindo e sendo compartilhadas com o público. O EP "Não Parece Tão Legal Agora" traz 4 músicas que surgiram e foram tocadas nos últimos 4 bailes.

Como nasceu determinada letra do novo EP? 
Coronel Pacheco: As letras reúnem situações, histórias e experiêncas vivenciadas pelos integrantes. Em Sofia, reunimos nos versos frases que retratam a busca das pessoas pelo pertencimento ao que é novo, moderno e engajado. No refrão fazemos uma quebra e falamos justamente sobre o efeito do "hype" em lugares e contextos antes desconhecidos - ou pelo menos não tão valorizados.
As demais músicas do EP apresentam personagens e contam histórias. Essas experiências foram transferidas para o contexto musical ideal afim de criar cenários e moods variados que representem cada situação da melhor maneira.

Vamos parar com esse BLÁ, BLÁ, BLÁ e curtir o som da banda? Dá o play moçada!!!



Gostaram? O que acharam do novo EP da banda? Deixe seus comentários!

Se vocês gostaram e ficou fã como eu fiquei, então, corre lá nas redes sociais da banda e fique por dentro de todas as novidades, acesse: 



Espero que vocês tenham gostado e por hoje é só.  Amanha tem mais uma novidade e lançamento aqui no Blog, fiquem ligados.
Beijo,
@maahmusic

Nenhum comentário:

Postar um comentário