terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Não sei se te contei...

Olá, queridos leitores musicais.
Muita música por aqui?

Como lidar com esse vício músical? Depois que conheci “Os Marchistas” e a voz linda de “Thathi”, comecei a escutar diariamente. Bom, na minha opinião, acho lindo, lindo, lindo. Os Marchistas são incríveis e me sinto no carnaval, mesmo estado fora da época. E a cantora Thathi, gente que voz linda, tô apaixonada. Essas duas descobertas foram graça a gravadora Friends Music, e quando recebi o CD e dei o play, foi amor á primeira ouvida.

Vamos conhecer um pouco sobre a cantora Thathi e a banda “Os Marchistas”. Vem comigo!!

Você que escolhe a música? Ou a música que te escolhe?
Nesse caso a Thathi me escolheu. 
Quase sempre é importante ambos escolherem ou permitir ouvir novos sons. Bom, a cantora me escolheu e me fez ficar apaixonada pela sua música do novo cd “Não sei se te contei”. Com um timbre especial ela vem conquistando cada vez mais o publico. Cantora, compositora, guitarrista, multi-instrumentista. Dona de uma “doce rebeldia” e uma personalidade marcante, a cantora Thathi impressiona o público quando sobe ao palco; seja com sua voz que emociona ou com a forma visceral como toca sua guitarra.
Na bagagem, a cantora já dividiu o palco com diversos artistas consagrados da MPB, como: Caetano Veloso, Djavan, Geraldo Azevedo, Guilherme Arantes, Flávio Venturini, Luiz Melodia, Zeca Baleiro, Frejat, Luiza Possi, Maria Gadú, Moska e muitos outros. Thathi é, sem dúvidas, o nome do POP na Bahia. ThaThi lança seu novo EP “Não Sei Se Te Contei”, com as canções “Não Sei Se Te Contei”” (Thathi e J.Velloso) que tem a participação do Herbert Vianna , “Na Sua" (Thathi e Luiza Possi), “Sujeito Imperfeito" (Thathi, Myllena, Andréa Montezuma, Fernanda Alvvs e Isabella Taviani) com participação da Isabella e “Face Falsa do Amor” (Thathi e J.Velloso).

Agora é só conferir moçada, dá o play e venha se apaixonar por essa voz linda! 



Os Marchistas, é um projeto de 3 grandes artistas, Tenison Del Rey, Thathi e Marcelo Quintanilha que, juntos, propõem o resgate e a reinvenção do Carnaval!

Entre as décadas de 1920 e 1960, as marchinhas reinavam soberanas nos carnavais brasileiros e apesar de surgirem em Recife, foi no Rio de Janeiro que elas ganharam destaque nacional. Com a explosão dos frevos de Dodô e Osmar, no Carnaval baiano, e posteriormente o sucesso avassalador da Axé Music, as marchinhas, durante as últimas décadas, foram quase esquecidas, “desfilando pelos passeios das avenidas”, afastando-se do imaginário coletivo dos carnavalescos.
Entretanto, se observarmos o samba-reggae, um dos ritmos responsáveis pela universalização da música baiana, encontramos nele a célula rítmica da marcha rancho, demonstrando que nossas marchinhas nunca deixaram de estar presente na festa momesca. Bandas como Olodum, Timbalada e, recentemente, o cantor Jau vêm utilizando essa célula para criar novos hits. Não deve ser à toa que as ruas cariocas estão cada vez mais lotadas de foliões que seguem as bandinhas de sopro, cujo repertório é recheado de grandes músicas deste estilo.
É nessa praia que navega OS MARCHISTAS. Com novas canções e releitura para antigos sucessos, a banda trás a cadência do ritmo, o deboche da letra e a alegria de quem vai fazer a festa e pretende preservar este patrimônio cultural imaterial que são as marchinhas de carnaval.
T^res artistas contemporâneos, compositores e parceiros em diversas músicas, com carreiras distintas e independentes resolveram estar juntos, e acabam de lançar o primeiro álbum com canções inéditas.

Vamos parar com esse blá,blá,blá e dá o play moçada! 



Gostaram? O que vocês acharam da cantora ThaThi e da banda “Os Marchistas”? Deixe seus comentários.

Sabe aquelas banda/músico que você conhece e logo se apaixona, mas espera um tempinho para falar sobre. Aconteceu isso comigo em relação à cantora ThaThi e da banda “Os Marchistas” – e curti logo de cara. Esperei um pouquinho para falar deles aqui no blog, espero que tenham curtido o som.
Por hoje é só, e amanhã tem muito mais pra vocês!!

Beijo,

@maahmusic

Nenhum comentário:

Postar um comentário