Olá
meu amigos, estou de volta! E trago uma excelente dica para quem gosta de house
e música eletrônica no geral.

Um
dia desses, eu estava de bobeira ouvindo rádio, estava ouvindo a energia 97, e
em um dos intervalos musicais do programa do palhaço de manhã, começou uma
música com um toque meio misterioso, de repente, vem uma voz em falsete e
poderosa que é complementada por uma batida envolvente que te prende e domina
até o final da melodia:

Apesar
de a letra não ser nada além da música mainstream de hoje, Hideaway traz uma batida envolvente, a voz da cantora encaixa
maravilhosamente bem com melodia e ritmo da música. Essa combinação de
musicalidade e voz + uma atitude explosiva atingiram o público e jornalistas
especializados em música rendendo diversos elogios mundo a fora como o que a
revista Rolling Stones fez: “Impressionante!”
Muito além do eletrônico.


Ela
apresenta todo o seu talento no maior estilo “banco e violão”. Com uma voz
poderosa e um estilo de cantar cheio de sentimento, ela consegue prender o
ouvinte até o último acorde do seu instrumento. 
Sua habilidade de se adaptar a outros estilos além do seu “estilo oficial”
ela consegue atingir um público que vai além de apenas a galera que curte
música eletrônica.
Primeiro Álbum.


A
canadense de Calgary lançará seu segundo álbum no dia 21 de outubro, porém seu
primeiro single Hideaway já estreou em 1º posição no UK Singles Charts. O
segundo single “Giant in my Heart” estreou em quarto lugar no mesmo UK Charts.
Com esses primeiros lançamentos, ela já conseguiu uma aprovação boa do público
o que gera uma boa expectativa para a hora que o álbum “Sound of a Woman” sair
de fato. Antes disso, ela já tinha feito um álbum independente que não chegou
ao público no geral sendo raro de se achar por aí, nem mesmo no You Tube se
acha. Bom, pelo menos por enquanto. Para quem tem acesso ao Spotfy pode ouvir
as primeiras sete músicas do álbum que está por vir, e eu posso dizer que será
um grande álbum, se não acredita em mim, escuta ae:



Composições pra galera.


Além
de seus dois álbuns extremamente autorais os lados, compositor e produtor
musical aparecem em algumas participações especiais como: “Take You
There” junto com Skrillex e Doplo; “Go All Night” com a
co-produção o duo eletrônico inglês Gorgon City e com a participação de
Jennifer Hudson no vocal. Ela também escreveu algumas músicas para Rihana que
deverão sair em seu próximo álbum.
E onde importa? Ela manda
bem?


É
no palco onde se “separa os meninos dos homens”, muitos artistas acabam não
sendo tão bons ao vivo quanto em estúdio 
viram cantores que de pós produção de. Kiesza, por outro lado, se mostra
com uma presença de palco bem interessante e capaz de proporcionar um show bem
divertido.

Depois
de ver todo esse começo de trabalho eu preciso confessar que virei fã
instantâneo e recomendo para todos que querem ouvir uma música muito bem feita
e diferente.


1 Comment

DEIXE SEU COMENTÁRIO