Hey,
leitores queridos.
Muita música
por aqui?

Hoje é
dia de lançamento aqui no blog moçada.
Sei que a postagem é muito especial, então pensei em dar uma dica de som
bacana para vocês  que estão sempre
comigo curtido muitas bandas, entrevistas e muita novidades. 
Eu tenho uma relação bem engraçada com as bandas que acabaram de lançar algo novoAdoro minha curiosidade. Mas, a primeira coisa que faço e ouvir o som, e é muito difícil me apaixonar logo de cara pelas músicas. A verdade é que  eu amei o novo disco da banda Super Amarelo,
que vem com nome de
“FOR YOUR BABIES”.
Acho
que não devemos ter limite, sempre devemos conhecer algo novo, sons novos. Confesso
que nas duas primeiras músicas fiquei surpresa, esperando algo á mais, e
foi na terceira á diante que pirei. E aí quem topa conhecer a dica de hoje?  

A
banda Super Amarelo é formada por três caras de Alagoas: Gabriel Duarte, cantor
romântico e guitarrista; Marcos Cajueiro, guitarrista instigado e Rodolfo Lima,
baterista sequelado. Desde que se conheceram, fizeram o que todos que gostam de
música fazem quando encontram alguém com os mesmos gostos: uma banda. Não
qualquer banda, mas uma banda indie, e indo mais fundo ainda, uma banda de
power pop. Mas a intenção nunca foi limitadora e o indie power pop é puxado e
jogado e destruído e reconstruído várias vezes ao longo do disco.

E
o disco? Depois de algumas músicas lo-fi no myspace e outras tentativas sem
sucesso por motivo de delinquência
juvenil, finalmente, pra banda e pra muitos, foi parido o disco. Dizem que os
verdadeiros discos pop eternos são aqueles com dez músicas, onde todas podem
ser singles. Então, vamos a ele:

EVERYWHERE I LOOK
AROUND
Mostrando as raízes clássicas da banda, surge de primeira esta
música, provando que de indie pop estão todos bem servidos. Uma bela balada que
vai se tornando um tanto desesperada no final, mas é que o Gabriel é muito
romântico mesmo. Pra ouvir de mãos dadas. 
POST PUNK X MAN
O disco então começa com a porrada, mas uma porrada melódica e
fofa que te faz acordar de um pulo e começar a dançar (ou bater cabeça). Uma
das músicas mais conhecidas da galera e que já vai deixando um refrão grudento
na sua mente por um tempão. 
STARFUCK
“Faz a rodinha aê!” A juventude sônica continua a
pegar pesado nessa música que dá pra cantar junto e se bater com os outros ao
mesmo tempo, alternando guitarras dissonantes e melódicas pra causar aquela
mistura doida que dá certo. 
TURN AROUND
Indo com um pouco mais de calma agora, afinal, o indie precisa
curtir um pouco sentado. E ele também precisa de uma boa seção de air guitar,
 né mesmo? Agora imagina essa tocando logo depois de Bon Jovi, no bloco de
clássicos da rádio. Faz sentido pra mim.
ICEKISS
Uma música épica e bela que, na minha opinião, podia ser a
música de encerramento da trilogia Senhor dos Anéis, com o Frodo se lembrando
de todos os momentos bons e difíceis da jornada, abraçado com o Sam. O Gandalf
lá olhando e sorrindo. Agora sim um final feliz. 
SPARKLING LIGHT
Lembram quando eu disse que o Gabriel é um cara romântico?
Então. As luzes e os garotos briliham bastante aqui. Bonita e leve, pra toda a
família curtir. Acho que nessa hora da gravação o pedal de distorção tinha
quebrado.  Muitos não sabem mas essa música foi vencedora do Grammy
Alagoano de Música Indie. 
SUGAR PIE
Um verdadeiro clássico do, então menino, Rodolfo Lima, cantados
por muitos casais felizes e solteiros amargos nas casas de show de Maceió, por
muitos anos. Lembrada até hoje por pessoas legais da cidade, o que faz alguns
integrantes da banda fazerem charme de não gostar dessa música, mas todos
sabemos que estão errados. Parem!
OCTOBER 12
Algumas bandas de twee pop gostam de chamar seu som de “pop
puro” e eu acho que cabe bastante aqui. Eu imagino essa música como o
Parabéns Pra Você de um aniversário triste mas só sou eu né. Os backing vocals
te chamam pra cantar junto. E hell yeah…
PAM PAM PAM
Como se já não tivesse power pop grudento o bastante nesse
disco, mais um clássico da cena aí pra você, com pitadas de casio pop de
presente. O fade out no final já vai deixando saudades do disco. Mas não
acabou!
EVERYTHING IS ALRIGH
FOREVER
Pra quem tinha dúvidas de que tudo ia acabar bem para sempre, tá
aí a prova. Depois de muita porrada e músicas bonitas, aqui está a essência de
tudo. Um cara sozinho tocando e cantando violão, falando de garotas. Foi assim
que tudo começou e é assim como tudo vai acabar.  

Gostaram? O que vocês
acharam do lançamento de hoje?  Deixe
seus comentários!

Muito
bom! Parabéns à banda Super Amarela pelo trabalho. E podem ficar tranquilos,
porque eu (Maah Music) irei ficar de olho em vocês, meninos, pois o Blog Maah
Music adora uma novidade.

Faça como eu. Fiquem por dentro de todas as novidades da
banda e acessem: 

Por
hoje é só, galera musical. Amanhã tem muito mais música por aqui, então fiquem
ligados.
Beijo,

@maahmusic

DEIXE SEU COMENTÁRIO