segunda-feira, 26 de maio de 2014

Nos Bastidores com banda Delittus.


Leitores curiosos,

Muita música por aqui?

Ontem teve o show de lançamento do CD “Gênesis” da banda gaúcha Delittus aqui em São Paulo, lá no Feeling Music Bar.  Para quem não sabe, a banda foi formada em 2006 por Matt e Burn. A Delittus começou seus trabalhos desenvolvendo músicas próprias, para, em 2007, lançar seu primeiro EP. Conseguindo um grande destaque em mídias locais na época, logo a banda começou a acumular fãs em toda região.

O evento teve abertura de outras bandas do cenário musical. Ao chegar lá, já vi os rapazes dando atenção aos fãs e assistindo aos outros shows. Achei muito legal da parte deles a atenção que deram para os fãs, pois é muito bom ter essa oportunidade de trocar uma ideia com os músicos que você tanto gosta né?!



Bom, antes da Delittus entrar no palco para colocar todos da Feeling para  cantar, aproveitei para conversar com o baterista Fell Rios. Venham comigo que vou contar todas as novidades.

BMM: Vocês estão fazendo show de lançamento do novo CD Genesis. Como é tocar em São Paulo? Vocês gostam do cenário musical paulistano?
Delittus (Fell): A cena de São Paulo é muito diferente da cena do sul (Porto Alegre) que estamos acostumados. A galera das bandas são muito mais ativas em relação a vendas de ingressos, correr atrás de evento e organizar toda a parada para poder acontecer. Mas estamos acostumados com a cena daqui porque moramos aqui em São Paulo um ano e pouco, em meados de 2009 e 2010, então já temos uma noção de como funciona o cenário musical. Agora estamos de volta porque paramos um tempo para gravar o disco, então resolvemos agora passar em São Paulo para mostrar o show do novo trabalho e a nova cara da banda, pois é uma nova etapa com o novo CD.

BMM: Vocês costumam disponibilizar bastante material pela internet. Vocês acham que é a melhor forma de divulgar o trabalho da banda? A internet hoje em dia ajuda ou atrapalha?
Delittus (Fell): A internet ajuda muito, mas hoje em dia é uma coisa paga. Por exemplo: se você quer ser uma banda de destaque na net, você tem que pagar para o facebook para ser. Não adianta ter uma Fan Page bombando, porque, das 10 mil que estão curtindo sua página, apenas 2 mil irá ver aquilo que está sendo divulgando, então é uma enganação. Hoje a internet é apenas um portfólio para as bandas; se alguém perguntar sobre seu trabalho, você tem como mostrar que a banda tem vídeos, música, enfim.  Mas já não é como era em 2005, época que a Fresno começou a bombar, que era assim: “coloquei na internet e todo mundo vai atrás”. Hoje tem que buscar financeiramente, tem que pagar para sua banda ser destaque nas redes sociais.

BMM: Como é o processo de criação musical da banda?
Delittus (Fell): A Delittus funciona muito em conjunto. A gente faz até algumas coisas sozinhas, mas fazemos muitas coisas juntos também. Sempre temos idéias e apresentamos um para o outro.

BMM: Quem compõe as músicas?
Delittus (Fell): Normalmente é o Burn, ele é o cara que mais escreve, mas todos nós fazemos algo juntos. Sempre trocamos ideias em relação à composição.

BMM: O que você acha de bandas que fazem parcerias com outras bandas para fazer um som ou até mesmo música nova?  Existe ainda essa relação entre as bandas?
Delittus (Fell): Para a galera que já tem público, é difícil de aceitarem convites. O pessoal tem esse preconceito de bandas novas. Eu sou um cara totalmente fora desse padrão, nós da Delittus chamamos bandas novas para abrir um show ou até mesmo fazer um som com a gente. E acho que é isso que faz a cena acontecer. Por exemplo, as bandas Fresno, NX Zero, Glória, Rancore, bandas que estão no meio da mídia, a galera que está bombando, eles de alguma forma são responsáveis pela cena de hoje. Eu digo pela Delittus, que é menor que essas, temos responsabilidade pelas bandas que estão começando agora. Eu tenho que ver as bandas boas que não fizeram shows ainda e chamar a galera pra fazer algo junto. Tem muitas bandas boas hoje no cenário musical e, normalmente, chamamos as bandas para tocar em praça e fazer outros projeto. O rock precisa de um incentivo. Todos os estilos musicais têm isso: pop, sertanejo, reggae, até mesmo pagode. Quem está começado conhece alguém que toca no Exaltasamba, que puxa o cara para fazer um som e as coisas começam a acontecer.  Mas o rock não tem essa parceria, pelo menos eu não vejo. Exemplo: não vejo a banda que abriu o evento hoje aqui para assistir o nosso show. Se eu abrisse para uma banda eu ficaria até o final do show. Acho que se eu estou abrindo um show, eu tenho que prestigiar a banda, porque é graças a ela que estou ali. É isso que falta, essa humildade da galera que está começando e da galera que já está na cena, as bandas já consagradas.

BMM: Quais as próximas novidades que podemos esperar da banda?
Delittus (Fell): Estamos lançando o CD agora. Acabamos de lançar “Tudo ou Nada”. Já estamos pensando em outro clipe e um webDVD. A ideia veio há pouco tempo e acredito que até janeiro se concretizam os dois.

Que tal uma música para animar o post?



O show foi insano. Não tenho palavras para explicar. Detalhe importante: o público cantou todos as músicas do começo ao fim. Vibe única. O setlist da banda teve muita música boa e eles começaram o show com a música “Acabou pra Nós Dois”. Teve o grande sucesso “O Impossível”, os covers “Molly’s Chambers”da banda Kings of Leon e “You Give Love A Bad Name” do Bon Jovi, mas claro que a banda cantou outros sucessos próprios, como “Teu Silêncio” e “Tudo ou Nada”.

Bom, se você gostou da banda e quer show deles na sua cidade, peça muito e mande para todos os amigos #QUEREMOSDELITTUS http://www.queremos.com.br/delittus

Quero agradecer muito à banda Delittus, muito obrigada pela oportunidade. Foi uma honra grande ver o show e fazer a entrevista. Obrigada ao Fell, que foi quem respondeu as perguntas. E o Maah Music está de olho nas próximas novidades de vocês para postar aqui para os leitores movidos a música.

Vamos finalizar esse post especial com música? DÁ O PLAY:



Amanhã tem mais música e essa semana teremos entrevista no blog. É isso, estou feliz demais e vou curtir o CD dessa banda maravilhosa.
Beijo,
@maahmusic

Revisão: Renan Oliveira

Um comentário:

  1. não conhecia eles ainda, parece legal hein haha
    fashionemcores.com

    ResponderExcluir