Olá,
queridos leitores.
Tudo
bem por aqui?
Hoje
teremos uma entrevista muito especial. Tive a oportunidade de conversar com
Guilherme Wildner, guitarrista da banda Atemiz.
De
Porto Alegre, a banda vem fazendo sucesso pelas redes sociais. Vamos conferir
essa entrevista insana aqui no Blog Maah Music.

– Como é tocar na Atemiz?
Tocar na Atemiz é uma parte muito
importante e divertida da minha vida, porque, antes de eu entrar na banda, eu
já tinha meio que largado a música de mão até que o nosso ex-baterista, que é
meu amigo há muito tempo, me chamou para fazer um ensaio com os guris e eu
aceitei. Desde o início me dei muito bem com eles e nós criamos um vínculo de
amizade muito forte que eu espero que dure por muito tempo.
– O que você achou de gravar o EP
“Canis Majoris”? Qual sua música preferida dele para tocar ao vivo?
Gravar
o EP foi uma experiência ótima! Eu já tinha gravado singles com bandas
anteriores, mas o Canis foi minha
primeira gravação com a Atemiz. Nós ficamos uns quatro meses escrevendo as
músicas e as reinventando até chegar ao ponto em que nós sabíamos que era o
melhor que poderíamos fazer. A música que mais gosto ao vivo é “Tanto Para
Dizer”. Não consigo tocá-la sem me empolgar (risos).
– Como se resolve a situação da
troca de um integrante?
Trocar
de integrante é sempre um assunto delicado. Achar alguém que se confie, toque
bem e tenha a mesma pegada da banda não é uma coisa tão fácil. Tanto que
demoramos um pouco para achar outro baterista, mas agora está tudo de volta ao
normal.
– Planos de vir para São Paulo?
Sim!
Inclusive nós fomos aí em novembro de 2011 para abrir um show da Strike e foi
um dos melhores momentos que tive na banda! O pessoal daí nos recebeu muito bem
e tivemos uma resposta muito boa no show. Espero voltar muito em breve.
– Quais os próximos passos em termos
de divulgação?
Ah,
a gente sempre tenta mostrar para o maior número de pessoas possíveis o nosso
som. Basicamente pela internet, mas nós temos algumas versões físicas do EP e
sempre distribuímos nos shows. Já fica a dica aí, quem quiser um é só aparecer
no show e pedir!
– Quais são as influências
musicais? 
Minha
banda preferida é Blink 182 desde que eu me conheço por gente. Mas acho que as
principais influências da Atemiz são bandas como All Time Low, Marianas Trench,
Panic! At the Disco e por aí vai.
– Estando na banda Atemiz, quais
foram os melhores momentos para você?
Ir
para São Paulo foi um momento inesquecível, foi muito divertido! Mas com
certeza o melhor momento foi a primeira vez que tocamos com a Fresno. O lugar
estava lotado e nosso show foi muito bom, nunca vou esquecer.
– Para terminar essa entrevista
insana, qual recado você deixa para todos que gostam do seu trabalho? 
Eu
queria agradecer todo mundo que gosta do nosso som e pedir que nos ajude a
atingir o maior número de pessoas possíveis. Se tu curtes nosso som, mostre para
um amigo que também pode gostar, porque, querendo ou não, o boca a boca ainda é
a forma mais forte de divulgação.


Gostaram?
Espero
que eles venham fazer show aqui em São Paulo em breve. E vocês que querem
conhecer um pouco mais sobre a banda Atemiz, é bem fácil. 

Acessem:
Por
hoje é só galera. Amanhã tem mais novidades aqui no blog.
Beijo,
@maahmusic
Revisão:
Renan Oliveira

 

1 Comentário

Deixe seu Comentário