Boa
noite, galera.




Tudo bem com vocês?



Vamos ver
uma mega entrevista? 




Ele é baixista da
Banda Áries, Marketing Arsenal e, para terminar, trabalha no Midas Studio. É
com uma grande honra que entrevistei ele, um dos caras que mais admiro, alguém
que é um exemplo no mundo da música por fazer aquilo que tanto gosta, eu estou
falando do Helio Leite.




Viram só, meu caros
leitores? Quando eu digo que tenho uma novidade, entrevista super bacana pra
vocês, é que a Maah Music aqui está falando super sério! É com muita felicidade
que publico essa entrevista insana com Helio Leite. Embora curtir com Blog MaahMusic!

 


. Hélio Leite, é uma honra temos sua presença
aqui no Blog Maah Music. Conte para gente como você começou sua carreira?


Aos 10 anos de
idade, montei uma “banda” com meus amigos e vizinhos… (risos).
Pegamos caixas de papelão da casa de tintas em que meu avô trabalhava, calotas
de carros velhos (eram os pratos da bateria) e guitarras de brinquedo e
fazíamos versões em português de músicas dos seriados e desenhos da TV. Um dia,
com 11 anos um amigo de escola me convidou para formar uma banda e eu disse que
já tinha uma. Ele foi até em casa e morreu de rir, pois a idéia dele era montar
uma BANDA DE VERDADE, uma vez que ele tinha ganhado de presente de Natal uma
GUITARRA e o irmão dele uma BATERIA de verdade!!! Fomos até a casa dele e foi
ai que eu me apaixonei pelos instrumentos e, uma semana depois, minha mãe
comprou meu primeiro contrabaixo… Daí para frente, não parei mais!






. Quando você descobriu seu amor pela música?

Ainda criança,
minha irmã mais velha ouvia MUITOS discos em nosso quarto. Ela era
Beatlemaníaca e depois começou a trazer discos de Rolling Stones, Jimmy
Hendrix, Ravi Shankar, muito rock progressivo e eu tinha vontade de REPRODUZIR
aquilo que eu ouvia e que me motivava e me inspirava demais. Aí eu descobri
como a minha vida e meus sentimentos estavam ligados DIRETAMENTE às emoções e
sensações que a música nos traz.






. Queremos conhecer mais sobre seus trabalho. Com
quais bandas você já trabalhou?

Eu já toquei com
AMADO BATISTA – foi uma experiência ESPETACULAR – BELCHIOR, SERGIO DIAS
BAPTISTA (dos Mutantes), o LAGOA 66 (que me proporcionou conhecer o Rick
Bonadio)…






. Hoje em dia você cuida do Marketing da Arsenal
Music. Qual é o trabalho realizado como marketing musical?


Quando contratamos
uma banda, por exemplo, conversamos muito antes de desenvolver o trabalho de
marketing. Na real, o meu trabalho é mostrar ao maior número de pessoas
possível, ou seja, ao grande público, o som e a mensagem daquele artista – pela
sua música. Pela imagem e pelo que ela quer mostrar e passar para as pessoas.
Portanto, cada caso é um caso; não tem uma regra ou um manual de instruções que
você segue, sabe?






. Já fui a um show
da sua banda Áries e é lindo ver você tocando. Conte para gente como começou a
banda.


O Áries é uma
grande paixão, um amor a toda prova. A banda começou em 1980 e eu não fazia
parte das primeiras formações. Um dia, ha muitos anos, eles tocavam numa casa
que BOMBAVA aos Domingos e fui vê-los e me apaixonei. Fiz amizade com os caras,
Rick, Malla, o próprio baixista naquela época (o Fúlvio) que era fundador da
banda, e o tempo passou. Oito anos depois, o Malla (que faleceu em 2000) me
ligou e me chamou para entrar. Tenho certeza que Deus ouviu os meus pensamentos
naquela primeira noite que fui vê-los, pois naquele instante tive um desejo
muito forte de estar naquele palco.






. Você deve conhecer muitas bandas. Qual foi a
banda ou o momento da sua carreira mais inesquecível?


Poxa, muito difícil
responder essa, pois foram vários momentos. Tocando, acredito que os shows (na
antiga OLYMPIA) com a banda do Sergio Dias abrindo os shows do Rick Wakeman no
Brasil foram bem importantes. O próprio Rick Wakeman assistiu de cima do palco
e CHAPOU com a banda. 


Mas, também, dos
bastidores existem momentos maravilhosos como o show em que gravamos o DVD de
dez anos do NXZERO na Via Funchal lotada! Inesquecível e maravilhoso momento.




. Você tem banda e é diretor de Marketing de uma
empresa bacana. Tem algum sonho que ainda você não realizou?


Sim, vários… Mas,
se eu morresse hoje, morreria satisfeito.






. Qual dica de
banda você dá para ouvirmos?


Atualmente estou
ouvindo uma banda que o Rick me indicou – THE SCRIPT e outra que meu filho mais
velho (Pedro) me falou – DEAR HUNTER. De nacional, eu curti bastante o CONE CREW.




. Quando não está trabalhando, você ouve as bandas
com que você trabalha?


Sim, e muito. Eu
ouço música o TEMPO TODO. Aliás, ela é o meu combustível.






. Qual banda (seja nacional ou internacional)
marcou sua vida e qual música?


Várias… Várias… Uma
música do Kiko (Zambianchi) que é demais – PRIMEIROS ERROS.




. Qual a dica que você, como profissional, dá para
as bandas que estão começando?


Sejam autênticos –
VERDADEIROS e se preocupem com a MÚSICA, com o som!!! Lembro que desde moleque
eu queria TOCAR, queria estar com meu contrabaixo e meu microfone tocando pras
pessoas – Eu e minha banda, na época, não estávamos preocupados com dinheiro,
com sucesso, com a mídia, com gravadora (que não tínhamos), com empresário, com
qualquer porra que não fosse a música. O MAIS IMPORTANTE, e que está acima de
TUDO, é a MÚSICA, é TOCAR!!!


Hoje em dia, recebo
muitas bandas que estão preocupadas com a FAMA e esquecem que isso é
conseqüência de fazer uma música LEGAL, que as pessoas gostem.




. O que você acha
importante para uma banda fazer sucesso?


Não se preocupar em
fazer sucesso.




. O que, na sua
opinião, não pode faltar em uma letra de música?


Emoção e verdade,
ou um dos dois.




. Você acha que
entre as bandas independentes tem muitas bandas boas?


Sim, com certeza,
várias!




. Como você vê hoje o mundo do rock’n’roll? Você
acha que no Brasil o rock está morto e o pop rock vem com tudo no próximo
semestre?


O Rock nunca vai
morrer, nem o pop, mas, o espaço está bem mais limitado devido aos outros gêneros
terem se RENOVADO muito mais. Acho que as bandas de rock se preocupam muito em
fazer sucesso e acabam se copiando e deixando de experimentar mais – isso gera
uma falta de renovação.




. Estamos pertinho do fim da nossa entrevista.
Diga para gente como você se sente quando pessoas que ouvem a Áries ou até
mesmo gosta dos seus trabalhos diz ser seu fã e o admira.


Sempre é uma
SURPRESA e um lance muito bom. Eu nunca acho que isso rola. Pra mim, o meu
trabalho no Midas é 100% desvinculado ao do ÁRIES. Eu mesmo me sinto uma pessoa
no Midas e outra no Áries. De qualquer maneira, ISSO é MUITO BOM!!!






. É uma honra recebe você aqui no Blog Maah Music.
Qual recadinho você deixa para as pessoas que irão ler a entrevista?


Eu me sinto HONRADO
e lisonjeado, de coração. Todas as manhãs eu oro e peço a Deus que me use para
AJUDAR as pessoas e principalmente as novas bandas e artistas. Peço que eu
possa auxiliá-los e mostrar a todos um atalho e um caminho MENOS DOLORIDO do
que eu percorri. Através dessa nossa conversa, espero ter AJUDADO alguém.






. Ah acabou mais
uma entrevista superbacana do blog, diz pra gente qual música você indica para
o pessoal do Blog Maah Music?


Essa, apesar de ser
da CASA, marcou muito uma MUDANÇA de fase da minha vida. Esse trabalho (PROJETO
PARALELO) foi todo feito com muita dedicação e o Rick Bonadio (que é O
CARA!!!). Agradeço muito a ele pois foi um cara muito parceiro desde sempre,
numa fase de mudanças sérias e radicais na minha vida e essa versão em especial
me marcou DEMAIS .



 
 


Galera, geral
gostou? 




Quero deixar pra
vocês, meus leitores que sempre estão aqui comigo, os links para saber mais
sobre o Hélio Leite. Embora ouvir o som da banda Áries? Venha!!!
















Quero deixar meus agradecimentos ao Hélio por
essa honra, de verdade sou sua fã e logo mais irei ver o show da Áries, pois
estou morrendo de saudades de vocês e da supervibe! 




E vocês, galera do
Blog Maah Music, fiquem ligados que na semana tem mais novidades e entrevistas
para vocês! 




Mega Beijo,

@maahmusic



Colaboração: Renan
Oliveira (Revisor)







7 Comments

  1. Não conhecia a banda Áries e nem o Hélio, mas gostei do modo que ele fala. Achei muito interessante, gostei mesmo 😀

    Beijos,
    Anna
    garota-queen.blogspot.com

Reply To - marina :) Cancel Reply